HIGIENE BUCAL (HB) DO PACIENTE INTERNADO EM UTI ADULTO

Em post antigo deste portal foi citada a confecção de um protocolo de higienização bucal em pacientes de UTI.

Diversos colegas contribuíram para sua elaboração em época na qual as únicas referências eram experiências individuais ou citações de metodologias utilizadas em artigos publicados.

Os interessados em obter este material vêm continuamente enviando solicitações por email que são respondidas conforme o tempo disponível para isso (às vezes passam-se meses para as respostas).

No último envio alguns colegas criticaram o protocolo, dentre os motivos por já existir um mais recente elaborado pelo Departamento de Odontologia da AMIB (verhttp://cfo.org.br/wp-content/uploads/2013/09/PROCEDIMENTO_OPERACIONAL_PADRAO_HIGIENE_BUCAL_UTI.pdf).

É elogiável a distribuição desta rotina de cuidados bucais em ambientes de cuidados intensivos. Este – a elaboração dos protocolos multidisciplinares – deve ser um dos principais motivos da existência dos Departamentos de Odontologia nas entidades médicas, além da própria divulgação da importância da classe.

Que fique claro que não há qualquer intenção deste site em se equipar ou desmerecer esta publicação, cujo valor é de grande importância por se tratar de um trabalho de vários colegas dedicados dentro de uma entidade de peso como a AMIB.

Mas, a existência de outros protocolos, mais antigos ou mais novos, servirão de referência ou base de raciocínio para as evoluções que continuamente serão realizadas.

Simpósio de Dores Orofaciais da ADERJ

ASSOCIAÇÃO PARA O ESTUDO DA DOR DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

SIMPÓSIO

TEMA: DORES OROFACIAIS

Local do Evento: Copacabana Mar Hotel – Rua Ministro Viveiros de Castro, 155.

Data do Evento: 23 de novembro de 2013.

PROGRAMAÇÃO CIENTÍFICA

  Palestras
8:00 Abertura: Ano Internacional da Dor Orofacial no Brasil

JOSÉ TADEU TESSEROLI DE SIQUEIRA- O objetivo da IASP em eleger 2014 o Ano Internacional da Dor Orofacial

MARCO ANTONIO HELIO DA SILVA – A ADERJ a partir de 2014.

8:30-10:25 Sessão 1.  Odontalgia e Dores Orofaciais Musculoesqueléticas

Presidente da Mesa: Marco AntônioHélio da Silva

8:30-9:00 ANDRE ANTONIO MONTEIRO,CD

Epidemiologia das Disfunções Mastigatórias

9:00-9:40 JOSÉ TADEU TESSEROLI DE SIQUEIRA, CD

Odontalgias e Peculiaridades Odontológicas Essenciais no Tratamento da Dor.

9:40-10:10 JOSÉ LUIS PEIXOTO FILHO,CD

Disfunção Têmporo-mandibular Desafios no Diagnóstico

10:10-10:25 Debates
10:25-10:45 Intervalo
10:45-12:30 Sessão 2. Cefaleias e Dores Neuropáticas

Presidente da Mesa: Jose Tadeu Tesseroli de Siqueira

10:45-11:15

 

NORMA FLEMING, MD

Prevalência de Cefaleias e Seus Subtipos em Pacientes com Desordens Têmporo-mandibulares

 11:15-11:45 MAURICE VINCENT,MD

Cefaleias Autonômicas e Neuralgia do Trigêmio

11:45-12:15 PALMIRO TORRIERI JUNIOR,FT

Cefaleia Cervicogênica

12:15-12:30 Debates
  Almoço
13:30-17:00 Sessão 3. Dores Orofaciais em Pacientes com Comprometimentos Sistêmicos ou de Difícil Manejo Clínico

Presidente da Mesa: Marcio Curi Rondinelli

13:30-14:00 HERÁCLITO GURGEL, FT

Desequilíbrio Postural – Influência nas  Dores Orofaciais

14:00-14:30 PAULO AFONSO PIMENTEL JR.,CD

Dores Orofaciais em Doenças Reumatológicas

14:30-15:00 SUMATRA JALES,CD

Dor Orofacial em Pacientes Oncológicos

15:00-15:15 Debates
15:15-15:30 Intervalo
15:30-16:00 RICARDO CUNHA  JUNIOR, MD

Tratamentos Invasivos – Neuralgia do Trigêmeo, Dor Facial Atípica, Dores Neuropáticas Orofaciais

16:00-16:30 MARCOS DOSSANTO,CD

Neuroplasticidade e Neuromodulação nas Dores Orofaciais

16:30-17:00 MARCIA ALMEIDA DE OLIVEIRA, MD

Comportamento Doloroso

17:00 Debates e Encerramento


Inscrições:

Profissionais da Saúde: R$180,00 (até o dia 20/11/2013), R$220,00 (no dia do evento)

Estudantes e Residentes: R$80,00

Maiores Informações: com Lígia pelo telefone (21) 9810-2515, de 2ª a 6ª feira, das 8 às 18 horas

OBS.: O COMPROVANTE DO PAGAMENTO DA INSCRIÇÃO DEVERÁ SER APRESENTADO NO DIA DO EVENTO

 

Orlando, 2014 – Encontro Mundial de Medicina Oral

Joint Annual Meeting: Frontiers in Oral Medicine 2014

Dear Dr. Pimentel:

We are excited to announce that registration for the 2014 Joint Annual Meeting “Frontiers in Oral Medicine 2014” is now open. AAOM is hosting this event with the collaboration our international partners. Since we anticipate this will be our biggest and best meeting ever–with colleagues from around the world–you are highly encouraged to register as soon as possible. We are at a wonderful venue and have negotiated very competitive rates, but rooms are limited. Don’t delay and miss out on these great rates.

For full information on the conference and to register, please visit the meeting website, www.frontiersinoralmedicine.com. You’ll find full information on session topics, speakers, accomodations and visitor information. Additionally, abstracts are being accepted and can be submitted online using the site. The site will be updated continuously as more specifics come in, so please check back often.

We’re looking forward to an incredibly informative and exciting meeting and we’re looking forward to seeing you there! If you have any questions, don’t hesitate to contact the office at info@aaom.com or 425-778-6162.
________________________

Orlando, Florida
April 9-12, 2014
Submit an Abstract

The AAOM, EAOM, BSOM and OMAA invite individuals (students, residents / fellows, junior and senior investigators) to submit abstracts (original investigations or case reports) for the 2014 Joint Annual Meeting. Relevant abstracts previously presented within the last 12 months at other conferences, and not yet published, are eligible for submission.

All abstracts must be submitted electronically at frontiersinoralmedicine.com by December 20, 2013 PST (GMT-8).

Tiradentes na telona, no teatro e na literatura

Aproveitando o fim de semana para uma busca sobre Tiradentes me deparei com alguns textos e imagens sobre os quais não conhecia, o que exige um mea culpa do Portal.
Como no post anterior foram sugeridas criações artísticas sobre o nosso herói, mas elas já existem apesar de pouco difundidas, muda-se a sugestão para uma mostra sobre o Dentista mais famoso da História do Brasil.
Vamos divulgar?

Segue abaixo um filme sobre o alferes, protagonizado pelo Humberto Martins e dirigido por Oswaldo Caldeira.

____________________________________________
Abaixo mais alguns links:

Filme a ser rodado…
http://pipocamoderna.com.br/fotografo-de-cidade-de-deus-retrata-mito-latino-2/252862

Livro publicado…
http://www.terra.com.br/cinema/drama/tiradentes.htm

Livro e trecho de antigo filme…

[Literatura e Cinema]Tiradentes, Literatura e Cinema

Auto sobre a inconfidência…
http://www.historia.uff.br/impressoesrebeldes/?documento=auto-de-perguntas-a-joaquim-jose-da-silva-xavier

 

O dia do Dentista está chegando. Vamos fazer o quê?

Frente aos recentes acontecimentos em que anestesistas se colocam acima dos Cirurgiões Dentistas em programa de TV nacional, o Conselho Federal de Farmácia tem que “reconhecer” o direito do CD prescrever psicotrópicos, o CFM precisa “aceitar” a emissão de laudos anatomopatológicos por CDs, colegas são justamente criticados pela Sociedade de Dermatologia por utilizarem a toxina botulínica sem critério para rugas de expressão, uma pianista formada em Odontologia se exibe despida no Youtube, veicula-se uma comédia “O Dentista Mascarado” personificando um estereótipo negativo dos profissionais de saúde bucal, convênios explorando …, entendo que algo está errado com a profissão.

Apesar dos esforços dos órgãos de classe, que rapidamente respondem e/ou pedem esclarecimentos sobre essas leviandades, nota-se que é preciso mudanças. É preciso que a Odontologia e seus profissionais tenham o respeito devido. E uma data importante como o Dia do Dentista, em outubro próximo, pode ser celebrada com foco nesta alteração de perfil.

Porque não adianta exigir que a sociedade seja chamada à atenção, que os meios de comunicação sejam intimidados ou que apenas “ensisudemos” nossos semblantes. Temos é que mudar a visão que a sociedade tem de nós e valorizar o papel importante que temos para a saúde humana em geral.

A Medicina e a Anestesiologia precisam, por exemplo, ser lembradas que um Dentista inventou a anestesia cirúrgica. Quem sabe propor um monumento para Horace Wells bancado pelo CFM e CFO? Acredito que qualquer cidade do país desejaria exibir este cidadão mundial.

File:Horace Wells Monument, Hartford CT.JPG

Um Dentista chamado Joaquim José da Silva Xavier é o principal herói e patrono cívico da nação. O que já foi produzido sobre ele em cinema, teatro e televisão? Nestes tempos de manifestações é preciso mostrar aos jovens que ativistas políticos brasileiros já morreram no passado pela liberdade de expressão e por exigirem justiça.

“A Odontologia moderna tem que se posicionar como uma especialidade médica se quiser ser respeitada, mesmo que mantendo o status de profissão independente da Medicina”

Atualmente um Dentista, o Prof. José Tadeu Tesseroli Siqueira, ocupa o cargo de presidente da Sociedade Brasileira para o Estudo da Dor, a SBED, que é uma entidade interdisciplinar da área da dor de grande importância para a área da saúde em geral. Uma homenagem ampla a este ilustre colega se faz necessária e seria muito bem vinda para celebrar o dia do Dentista.

O humor também pode ser uma ferramenta. Quem não se lembra do que a rede Spoletto fez com o vídeo em que era claramente satirizada pelo ótimo “Porta dos Fundos”? Os dentistas, seja pelo medo que provocam, por atuarem em uma área tão íntima das pessoas ou por outros motivos diversos – Jô Soares criou um dentista sedutor que nunca será esquecido – sempre vão ser lembrados pelos humoristas. Nosso estereótipo atual, no entanto, precisa de uma revigorada e não adianta apenas se oposicionar. Uma estratégia de marketing com humor pode até ajudar.

Finalmente, sugiro que nossas lideranças pensem sobre um mote diferente do manjado “Cuide do seu Sorriso!” para as campanhas de veiculação para celebração do dia do dentista. A Odontologia moderna tem que se posicionar como uma especialidade médica se quiser ser respeitada, mesmo que mantendo o status de profissão independente da Medicina. O sorriso, apesar de importante para a exibição dos trabalhos odontológicos, não contempla todas as ações do CD a serem valorizadas e nem é da nossa competência exclusiva.

A Odontologia é importante e vital para a saúde geral da população. Seus profissionais devem ser valorizados e respeitados. Mas a profissão precisa rever seus conceitos.

O próximo dia 25 de outubro, quem sabe, pode marcar esta virada.

Só depende de nós.

Oh Santa Apolônia! Olhai por nós.

 

DTM e Dor Orofacial no Paraná: Especialização na Tuiuti e Concurso para professor na UFPR

__________________________________

Divulgação
EDITAL N.º 223/13 – PROGEPE
Por delegação de competência do Magnífico Reitor da Universidade Federal do Paraná, conforme Portaria nº 2.590 de 26/09/97, torno público que estarão abertas as inscrições para a seleção de PROFESSOR SUBSTITUTO DA CARREIRA DE MAGISTÉRIO SUPERIOR:, conforme abaixo:
Área de Conhecimento: DTM e Dor Orofacial
Matéria Específica: DTM e Dor Orofacial
Processo: 23075. 035209/2013-49
Número de Vagas: 01 (uma)
Regime de Trabalho: 20 (vinte) horas semanais
Requisitos: Graduação em Odontologia e Especialista em Disfunção Temporomandibular e Dor Orofacial.

_________________________

Fonte: http://www.progepe.ufpr.br/progepe/concursos/docente/concursos_publicos/editais/edital223-13.pdf

 

Workshop sobre Toxina Botulínica na ABORJ

A Odontologia pode se beneficiar com o uso da toxina botulínica (TB)?

Há necessidade de esclarecimento da competência do Cirurgião Dentista para as indicações da TB. Não é permitido o seu uso, por exemplo, para o tratamento de questões cosméticas. As alterações funcionais são as situações onde o CD deve atuar.

Desta forma, as disfunções temporomandibulares e dores orofaciais, especialmente quando ligadas ao bruxismo, constituem uma das mais significativas indicações de uso da TB em Odontologia. Mas, é preciso conhecer quais as condições clínicas onde pode ser obtido benefício com sua aplicação.

Não é apropriado que CDs sem conhecimento aprofundado das DTM e dores orofaciais indique a TB. O profissional deve saber sobre os elementos básicos da área como diagnóstico apropriado, modalidades terapêuticas, farmacologia e interdisciplinaridade com a psicologia, fisioterapia, neurologia, medicina do sono e reumatologia, entre outras.

Para proporcionar mais conhecimento na área foi elaborado este Workshop, que faz parte do curso de aperfeiçoamento em DTM e Dor Orofacial da ABORJ, mas está aberto também aos interessados externos.

____________________________________

Data e horário: 17 de outubro de 2013, das 16 às 19hs

Local: ABORJ – Rio Comprido, RJ

Parte teórica: História, farmacologia, uso geral e neurológico da toxina botulínica. Aplicação racional em Odontologia.

Prática: Uso em paciente selecionado do Serviço de DTM e Dor Orofacial da ABORJ.

Ministradores:

– Bruno Mattos Coutinho – Neurologista da UERJ, Mestre e Doutor em Neurologia pela UFF

– Paulo Pimentel – Coordenador do Serviço de DTM e Dor Orofacial da ABORJ

Inscrições (vagas limitadas): R$ 100,00

(*) gratuito para alunos e colaboradores do Curso de DTM e Dor Orofacial da ABORJ

Informações e inscrições na secretaria da ABORJ: 25040002, r: 242 ou 202

III ENCONTRO DE ODONTOLOGIA HOSPITALAR DO HCA

CURSO: III ENCONTRO DE ODONTOLOGIA HOSPITALAR DO HCA
Data: 25/10/2013
Horário 08:00:00 às 12:00:00
Professor: Dra. Diva Cláudia de Almeida, Dr. Jorge Barbosa e Dra. Isabela Soares de Castro
Programa: Trazer a classe odontológica, a troca de informações científicas e práticas clínicas consagradas, sobre o atendimento aos pacientes com comprometimento sistêmico que requerem tratamento odontológico.
Local: Hospital Central da Aeronáutica (HCA)
Rua Barão de Itapagipe -167, Rio Comprido – RJ
Informações: Tel: (21) 3501-3237 ou www.cro-rj.org.br
Parceria: HCA / CRO-RJ / Laboratório GROSS – Divisão LACER
02 LATAS DE LEITE EM PÓ

Inscrições: http://www.sistemas-cro-rj.org.br/form_inscricao.php

Poderoso antisséptico é liberado para uso oral no Brasil

A empresa farmacêutica Walkmed comunica ao Portal o lançamento do Prosept, uma biguanida polimérica (PHMB), liberada para o uso bucal pela ANVISA.

Este produto é mais um na linha deste laboratório, que inclui produtos de higiene para proteção antisséptica, prevenção e tratamento de feridas de pele.

Para aumentar a sua estabilidade e efetividade antimicrobiana a formulação para uso oral apresenta baixo teor de álcool e ausência do flúor.

A atividade catiônica, comum às biguanidas (e.g. clorexidina), é acentuada pela presença de cadeias poliméricas que ligam-se aos canais iônicos das superfícies celulares tornando, até o momento, impossível o desenvolvimento de resistência bacteriana ao fármaco.

Parabéns à Walkmed pela visão e investimento na saúde bucal.

Que o produto se mostre importante para auxiliar no controle da microbiota e biofilmes orais.

Mais informações: http://www.medicinaoral.org/wp-content/uploads/2013/09/Prosept®-Antisséptico-Bucal-3.pdf

____________________

Adendo (incluído em 27/09/13):

A Walkmed entrou em contato com o portal como se segue abaixo:

Prezado Dr. Paulo,

Agradecemos pela divulgação de nossa empresa e do Prosept.
Em anexo, trabalhos os quais confirmam a impossibilidade de resistência a Polihexanida, no uso diário e contínuo. Alguns estudos de caso estão no anexo, publicados no EWMA, congresso que sempre participamos e enviamos nossos trabalhos realizados com formulações exclusivas e brasileiras, em feridas. Com os estudos in vitro do Prof. Maulori desde 2005 no IMPG/UFRJ, confirmou-se este fato.
Na utilização dos nossos produtos desde 2005, em diversos hospitais como no Hospital do Andaraí, Hospital Central do Exército, Hospital 09 de Julho/SP, Hospital Albert Einstein, Hospital da Restauração/PE (Queimados) entre tantos outros privados, públicos, filantrópicos aqui no Brasil e, em nossa clínica de tratamentos de feridas em Minas, verificamos e confirmamos o uso contínuo e diário, sem intercorrências de processos alérgicos e ou retorno de processos infecciosos.
Estarei no aguardo para o início dos estudos in vivo na medicina oral, quer seja na prevenção de infecções do trato respiratório como no tratamento diversos da cavidade oral.
Assim acreditamos em mais um sucesso no uso de PHMB no Brasil.