Encontro de Odontologia no Hemorio – 2008

ENCONTRO HEMORIO DE ODONTOLOGIA

12 de setembro
08:00 – 09:00 Recentes avanços na cirurgia bucal de pacientes com coagulopatias hereditárias – Eduardo Rey – Instituto de Investigacione Hematológicas Mariano R. Castex e Faculdade Nacional de Odontologia – Buenos Aires, Argentina

Coordenação: Wellington E. S. Cavalcanti – HEMORIO – RJ
09:00 – 10:15 MESA REDONDA – Procedimentos odontológicos em imunossuprimidos

– Laserterapia em paciente com mucosites – Héliton Spíndola – INCA – RJ
– Preparo odontológico de pacientes para transplante de medula óssea – Lisiane Cristina Bezerra – HEMORIO – RJ
– Odontologia hospitalar – Paulo Sergio S. Santos – Santa Casa – SP

Moderador: Prof. Arley Silva Jr. – Faculdade de Odontologia – UFRJ

10:15– 10:30 I N T E R V A L O
10:30 – 12:00 MESA REDONDA – Tratamento odontológico de pacientes com coagulopatias:

– Protocolo de tratamento dos pacientes anticoagulados – Maria Elvira P. Correia – UNICAMP – SP
– Importância do tratamento periodontal como prevenção de

endocardites bacterianas em pacientes anticoagulados – Paulo Moreira – Instituto Nacional de Cardiologia – RJ
– Atendimento odontológico da criança com coagulopatias hereditárias – Elizabeth Camilo – Hospital de Apoio – Brasília
– Cirurgia oral menor em pacientes com coagulopatias hereditárias – Wellington E. Santo Cavalcanti – HEMORIO – RJ

Moderador: Hudmilla Umebara de Souza – HEMORIO – RJ

12:00 – 14:00 I N T E R V A L O
14:00 – 15:00 Ortopedia funcional dos maxilares em pacientes com doença falciforme: Primeiros resultados – Jorge Barbosa Pinto – HEMORIO – RJ

Coordenação: Eduardo Motta Jr. – HEMORIO – RJ
15:00 – 15:45 Novos desafios para o dentista e a odontologia no tratamento das manifestações bucais de doenças sistêmicas – Sandra Torres – UFRJ

Coordenação: Lisiane Cristina Bezerra – HEMORIO – RJ

15:45 – 16:00 I N T E R V A L O
16:00 – 17:00 Perguntas aos especialistas – Coordenação: Wellington E. S. Cavalcanti – HEMORIO – RJ

Participantes:

Eduardo Rey – Buenos Aires, Argentina
Paulo Sergio S. Santos – Santa Casa – SP
Maria Elvira P. Correa – Unicamp, Campinas – SP
Sandra Torres – UFRJ
Jorge Barbosa Pinto – HEMORIO – RJ

zp8497586rq

A unificação das especialidades da Medicina Oral

A Odontologia exercida pela grande maioria dos dentistas brasileiros enfoca questões de controle e prevenção de problemas relacionados aos dentes e seus tecidos de suporte. Neste modelo atuam as especialidades de dentística, prótese, endodontia, ortodontia, periodontia, implantodontia e odontopediatria. Apesar disso, existem situações clínicas onde o paciente pode apresentar problemas médicos que interferem em algum aspecto do tratamento. Nestes casos a ênfase dada aos dentes e tecidos de suporte deve ser respaldada nos protocolos de atendimento aos pacientes especiais e comprometidos.

Outras especialidades odontológicas, entretanto,  têm a necessidade de maior conhecimento geral. São elas a patologia bucal, dor orofacial e disfunções da ATM, cirurgia bucomaxilofacial e estomatologia. Nestas, conhecimentos básicos de patologia geral, semiologia, fisiologia, anatomia, farmacologia, imunologia e microbiologia são de profunda importância para um correto diagnóstico e condutas clínicas. Obviamente não se desconhece a importância que a microbiologia e imunologia têm para a endodontia e periodontia, por exemplo. Ou a anatomia para a ortodontia e prótese dentária. É claro que o conhecimento básico vai fundamentar a conduta clínica destas especialidades também.

Assim, neste blog, daremos prioridade às situações apresentadas no primeiro parágrafo (atendimento clínico de pacientes especiais e com comprometimento sistêmico) e na atuação das 4 especialides do segundo parágrafo (CBMF, dor orofacial/ DTM, estomatologia e patologia bucal) em nível ambulatorial ou hospitalar. Este é o escopo da Medicina Oral